Atrito de aliados

Demonstração de secretários de Mauro Mendes de interesse nas eleições já desperta a atenção de deputados estaduais

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

O início da apresentação de secretários estaduais para as eleições de 2022 já incomoda aliados do governo na Assembleia Legislativa. Esta semana, o primeiro-secretário Eduardo Botelho (União Brasil) disse que os potenciais candidatos ficam favorecidos pelo “poder da caneta”. 

“Sempre favorece [a ocupação do cargo]. Eles são executivos, estão trabalhando… de uma forma ou de outra, estão ajudando… eles têm o poder da caneta”, afirmou. 

O secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, confirmou na semana passada que deverá disputar vaga na Assembleia Legislativa no grupo político do governador Mauro Mendes. 

Outro nome que começa a aparecer como de pré-candidato é do secretário de Cultura e Esportes, Beto Dois a Um. 

Há alguns meses, o governador disse que secretários interessados em concorrer a cargos eletivos em 2022 teriam que sair do cargo até dezembro deste ano. Botelho disse que o assunto será conversado novamente com o governador. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPane e desespero: Azul diz que procedimento realizado por comandante foi correto
Próximo artigoHomem morre ao sofrer mal súbito enquanto dirigia e bater em micro-ônibus da Apae