Atrasos na saúde

TCE diz que faltou competência no governo de Pedro Taques para administrar o financiamento da Saúde entre 2015 e 2017

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) diz que houve “incompetência” na gestão do ex-governador Pedro Taques, na distribuição de repasses da saúde aos municípios, o que teria gerado atraso acumulado acima de R$ 100 milhões. 

O conselheiro Antônio Joaquim, relator de uma auditoria na Secretaria de Estado de Saúde (SES) votada nessa segunda-feira (9), referente ao período de 2015 a 2017, afirma que a distribuição de fundos não foi realizada, mesmo com dinheiro em caixa. 

Para se ter uma ideia, em setembro de 2019, a Procuradoria Geral de Cuiabá notificou o Estado por dívida de R$ 150 milhões, que se acumulava da gestão Taques. 

Conforme, o TCE, a situação foi agravada pela troca de secretários de Saúde, uma média de um secretário por ano, durante os quatro em que Taques esteve no poder. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOperação Medusa: PF ataca tráfico internacional de drogas em MT
Próximo artigoBolsonaro acompanha desfile de blindados em Brasília