Tonico Pereira encena “O Julgamento de Sócrates” na UFMT

Circulando pelo país para celebrar os 50 anos de carreira, o ator Tonico Pereira chega a Cuiabá neste fim de semana. Ele apresenta à plateia cuiabana, o monólogo “O julgamento de Sócrates”, no sábado, às 21 horas e no domingo, às 19 horas. A peça é uma livre adaptação de “Apologia de Sócrates”, de Platão, realizada pelo premiado autor Ivan Fernandes.

O espetáculo dramatiza a defesa de Sócrates, no julgamento que o condenou à morte por envenenamento. É talvez o primeiro grande caso na história da humanidade de um homem ser condenado por ter ideias diferentes do estabelecido pela sociedade. Através desse caso, a peça debate a liberdade de expressão e o pensamento no mundo contemporâneo.

“É uma visão bem-humorada sobre a situação. Trata do julgamento, mas especialmente, da defesa. Altamente irônica e inteligente. Aproveitamos para contextualizar situações brasileiras, já que o Brasil têm sido cenários de muitos embates judiciais”, disse em entrevista.

No palco, Sócrates sozinho, em figurino neutro e atemporal, defende perante a plateia de “espectadores-jurados” não apenas suas ideias, mas sobretudo o direito de tê-las. Defende a necessidade de examinar a vida do ponto de vista ético e a busca pela sabedoria, e não pela satisfação material. E são nesses conteúdos que está a grande força do espetáculo, pela imensa relevância de suas palavras para o momento em que vivemos.

Sócrates, um personagem crucial, exige um ator de talento e currículo indiscutível: Tonico Pereira, 69 anos. Comemorando 50 anos de carreira no teatro, no cinema e na televisão, Tonico tem neste primeiro monólogo da carreira uma verdadeira tour-de-force, conversando e levando a plateia com a intimidade de um grande artista. “O julgamento dele é algo a se pensar, afinal Sócrates foi condenado por ensinar os jovens a pensar, a questionar, e também por não concordar com regras estabelecidas pela sociedade”.

Sinopse

Diante de um tribunal popular – a plateia – Sócrates, interpretado por Tonico Pereira, defende-se das acusações que lhe são feitas: ter ideias diferentes do estabelecido pela sociedade e pela religião (como o livre pensamento e a busca pelo conhecimento), corrompendo a juventude com essas ideias. O espetáculo é dividido em 3 partes: na primeira, Sócrates faz sua defesa; na segunda, após a condenação, Sócrates tem o direito de propor uma pena alternativa, mas se nega a fixar uma pena para si mesmo, pois isso seria reconhecer alguma culpa; e finalmente, após a condenação final, ele diz suas últimas palavras para a sociedade que o condenou, prevendo tempos duros para Atenas e para todas as sociedades posteriores.

Carreira

Em circuito nacional, O Julgamento de Sócrates está sendo sucesso de público e crítica desde o ano passado, quando estreou. No palco, o ator põe em evidência toda sua intensidade, característica já conhecida daqueles que acompanham sua carreira.

Antônio Carlos de Sousa Pereira, conhecido como Tonico Pereira, é natural de Campos dos Goytacazes, interior do Rio de Janeiro. Suas primeiras experiências como ator foram no Grupo Laboratório de Teatro, da Universidade Federal Fluminense (UFF), em 1968. Sua imagem se popularizou com o personagem Zé Carneiro, no seriado de televisão infantil Sítio do Pica-Pau Amarelo, entre 1977 e 1985.

Tonico interpretou papéis cômicos no teatro, transitando entre a comédia e o trágico. De 2002 a 2014, integrou o elenco de A Grande Família, da Rede Globo, vivendo o divertido Mendonça.

Em 2010, foi lançada a sua biografia Tonico Pereira – Um Ator Improvável, na Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. O ator foi homenageado com a Medalha Pedro Ernesto, a mais importante comenda da cidade do Rio de Janeiro. Recentemente, interpretou Abel, pai de um dos personagens principais da novela A Força do Querer.

Mais informações: (65)  99931-5863

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMT é alvo de operação da PF contra fraudes em previdências municipais
Próximo artigoArena temática do desenho Dora, a Aventureira, atrai crianças ao Pantanal Shopping