Atletas cuiabanos podem reverter km em dólares para salvar oceanos

Vários atletas cuiabanos já utilizam o aplicativo para gestão de seu treinamento

Com as novidades de softwares voltados à saúde disponíveis no mercado, o celular pode deixar de ser um dos vilões do sedentarismo. Essa é a proposta do aplicativo da Adidas, Runtastic, que além de ajudar atletas iniciantes ou profissionais no planejamento dos treinamentos, também transforma o corredor em um ativista ambiental.

Vários atletas cuiabanos já utilizam o aplicativo para gestão de seu treinamento. Nas rotas destacadas pelo app, figuram trajetos pelos Parques Mãe Bonifácia, Tia Nair, Massairo Okamura, UFMT e outros circuitos mais desafiadores, como as Corrida de Reis, Ultramacho e trilhas por cachoeiras.

Não importa se é iniciante, se está se preparando para maratonas, se quer modelar o corpo para o verão ou só queimar calorias extras. Correndo com o aplicativo, desde este sábado (8), a cada km percorrido, 1 dólar vai para a Parley Ocean School, projeto criado para ensinar as novas gerações a preservar os oceanos.

Os dados são alarmantes: em 2050, haverá mais plástico nos mares do que peixes. Cada corrida registrada no aplicativo, entre os dias 8 e 16 de junho, contará km para salvar os oceanos.

Assim como no ano passado, em que cerca de 1 milhão de corredores ao redor do mundo usaram o poder do esporte para conscientizar sobre o problema da poluição marinha através do plástico, o movimento Run For The Oceans (em português “corra em prol dos oceanos”) começa no Dia Mundial dos Oceanos, 8 de Junho. Ou seja, arrecadaram 1 milhão de dólares para a iniciativa da Parley Ocean.

Alguns dos atletas mais importantes e conhecidos mundialmente correram no Run For The Oceans 2018, dentre os quais destacam-se os nomes de Ricardo Kaká, Marc-André ter Stegen, Ian Thorpe, Jessica Ennis-Hill e muitos outros embaixadores. Ao baixar o aplicativo e se engajar no período, qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, pode participar e fazer a diferença.

O que foi feito com 1 milhão de dólares?

De acordo com a Adidas, o dinheiro foi investido no desenvolvimento de um projeto educacional para jovens em cooperação com a Parley for the Oceans. Sendo assim, foi concretizado financiamento da Parley Ocean School nas Maldivas e o estabelecimento de 217 escolas como centros locais para combater a poluição plástica marinha.

Além disso, foram realizadas experiências de imersão marinha (ocean immersion experiences) para 100 mil jovens e seus pais. A maioria nunca tinha nadado ou mergulhado com um snorkel antes. A inspiração e empoderamento dos jovens tem como objetivo incluí-los no movimento de preservação dos oceanos.

A Parley for the Oceans é uma organização ambiental e rede de colaboração global fundada em 2012.