Até agora sem hóspedes, governo de MT contrata novos hotéis para servidores da saúde

Embora, pelo menos, 74 profissionais tenham contraído a covid-19, o contrato com o hotel de Cuiabá foi encerrado porque não houve demanda

Imagem Ilustrativa (Foto: divulgação)

A falta de demanda foi o motivo para o fim do último contrato. Mesmo assim, o governo de Mato Grosso lançou uma nova licitação para contratar hotéis que hospedem servidores da saúde que forem diagnosticados com a covid-19. A ideia é que eles fiquem afastados de suas famílias, evitando a proliferação do vírus.

Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (Sisma) e conselheiro estadual de saúde, Oscarlino Alves considera a proposta interessante, mas confessa: sequer estava sabendo da licitação.

A última contratação do tipo envolveu um hotel de Cuiabá, R$ 200 mil e nenhum hóspede.

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES), como nenhum quarto foi ocupado, o pagamento não foi efetuado.

Servidores doentes não faltaram. Segundo o próprio governo, até o dia 12 de maio, pelo menos 74 profissionais da saúde já estavam sendo monitorados por terem se infectado com o novo coronavírus em Mato Grosso.

LEIA TAMBÉM

Agora, o governo quer “espalhar” esses hotéis pelo interior. Devem ser contemplados os municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Sorriso, Colíder e Alta Floresta.

O valor do contrato não foi estimado, tendo em vista o modelo da licitação. As empresas que apresentarem o menor preço vencem.

A contratação vai incluir serviço de refeição (café da manhã, almoço jantar e ceia) e o prazo do contrato é de 180 dias, mas que pode ser encerrado antes.

“Se tiver demanda nos principais pólos e houver sobra de recursos do enfrentamento da covid-19, acho uma boa. O profissional que está na linha de frente precisa de um resguardo, de um refúgio. Além de se proteger, ele protege a família”, pondera Oscarlino.

A chamada pública foi publicada em Diária Oficial. O prazo para a manifestação de interesses das empresas se encerrou na quarta-feira (27).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPandemia: “só as crianças estão trancadas dentro de casa”, alerta defensora
Próximo artigoTenente da Força Tática mata policial da inteligência ao confundi-lo com bandido

O LIVRE ADS