Assassino do farol alto: foragido, suspeito exibe fotos de férias no Instagram

No stories, postou fotos dentro de um barco exibindo a vista paradisíaca, além de publicar imagens de comidas e bebidas

Reprodução das imagens do Instagram de Maruan foram feitas pelo site G1/ Arte: Livre

Ainda que o jovem Maruan Fernandes Haidar Ahmed, de 18 anos, tenha um mandado de prisão decretada desde novembro, ele segue em liberdade, usando inclusive sua conta no Instagram para divulgar viagem de férias.

Ele é o principal suspeito de matar o técnico de computação Fábio Batista da Silva, 41 anos, no dia 18 de novembro, em uma conveniência em Rondonópolis (210 km de Cuiabá).

A partir das imagens de uma câmera do circuito interno do posto de gasolina, foi possível que a polícia o identificasse e já no dia seguinte ao homicídio, sua prisão foi decretada. Maruan, que é filho de um empresário em Rondonópolis, fugiu e até então, as buscas policiais não tiveram êxito. De acordo com uma fonte do LIVRE, que não quis se identificar, até mesmo os pais de Maruan, foram embora da cidade dada a repercussão do caso e investidas policiais.

O outro rapaz, que o acompanhava, foi ouvido como testemunha do caso. O LIVRE apurou também, que o carro foi alugado em um concessionária de Várzea Grande por esta mesma pessoa, já que no momento da negociação, Maruan estava sem sua carteira de habilitação. Ou seja, é possível que até mesmo, Maruan tenha dirigido no dia do fato, sem portar CNH.

Em uma das imagens postadas via stories, captada pelo site G1, ele revela estar curtindo uma paisagem paradisíaca a bordo de um barco, com comidas e bebidas. Em outra imagem, ele foca em um prato de camarão que tem abaixo, um jogo americano com os dizeres “tudo o que você queria saber sobre cachaça”. Pelos sinais, é possível que ele esteja em alguma praia no Nordeste.

Segundo informação da Polícia Judiciária Civil fornecidas à imprensa à época do início das investigações, o suspeito já tem passagem pelos crimes de porte ilegal de arma fogo (2 pistola calibre 380 e mais de 60 munições) e também embriaguez ao volante.

Entenda o caso

Na madrugada de 18 de novembro, um domingo, Maruan teria chegado a uma lanchonete na Avenida Lions Internacional, no bairro Vila Aurora, em Rondonópolis (210 km de Cuiabá). Como revelam imagens do circuito de câmeras da lanchonete, a vítima estava em uma mesa com amigos, quando uma Amarok de cor branca parou em frente ao estabelecimento, apontando o farol alto em direção às pessoas.

Incomodado, Fábio foi até o motorista, pediu para que ele baixasse o farol e os dois iniciaram uma discussão. Quando a vítima virou de costas para retornar à lanchonete, foi atingida por um tiro disparado pelo motorista da Amarok, que fugiu em seguida.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas apenas constatou o óbito da vítima, que não resistiu ao ferimento.

A Polícia Civil chegou a divulgar cartaz pedindo informações sobre seu paradeiro. O delegado Ludmila Zorzetti está à frente das investigações.

Imagens revelam momento em que o técnico de computação é morto:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorForças federais seguem para o Ceará e começam a atuar amanhã
Próximo artigoPela segunda vez em menos de um mês, imagem de santa sofre vandalismo no Nortão

O LIVRE ADS