Artistas e plateia compartilham criação de espetáculos em Mostra de Artes Cênicas

Público interessado em leitura de cena, especialmente na dança, terão ainda a oportunidade de aprendizado na oficina "Crítica-etc" no Sesc Arsenal

"Corpo que Transito", performance de Sandro Lucose

Na programação da “Guaná: Aldeia Sesc de Arte e Cultura”, o público não só contemplará resultados, como será agente criador de novas obras dos conterrâneos do Coletivo Atro, Theatro Fúria e ator Sandro Lucose. Para isso, o Núcleo de Memória e Pesquisa em Artes Cênicas do Sesc Arsenal realiza no dia 13 de setembro (quinta-feira), a 3ª edição da Mostra de Processos, um espaço de fruição e diálogo entre público e artista a partir de trabalhos em fase de pesquisa e montagem.

Na ocasião, os três artistas/grupos de teatro mato-grossenses encenam peças de 30 minutos cada, seguidas de rápidos bate-papos no teatro da unidade, a partir das 19h. A entrada é gratuita, o público restrito a 40 vagas e os convites começam a ser distribuídos com 1 hora de antecedência para os três trabalhos. A classificação é de 16 anos.

Peças

No espetáculo performativo “Encardidos”, o Coletivo Atro busca revelar as marcas e as feridas da população negra e como elas reverberam até os dias atuais. O projeto nasce a partir das experiências vivenciadas pelos integrantes do coletivo. “Corpo que Transito”, por sua vez, é a performance de Sandro Lucose, concebida a partir de relatos e memórias do corpo transexual e de corpos travestis em seu estado híbrido e performativo na cena teatral contemporânea.

Já o Theatro Fúria propõe uma discussão a respeito do porquê de se narrar histórias, e a que se destina tanto a narração quanto a própria história. Em “Tramando Êspo”, serão narradas algumas fábulas de Êsopo, apropriadas pelo grupo que utilizará a manipulação de objetos para ilustra-las.

Oficina “Crítica-etc”

Assim como nas edições anteriores, a Mostra de Processos é realizada em parceria com o laboratório prático de crítica do projeto Cena em Questão. Neste ano, a oficina “Crítica-etc” será ministrada pelo historiador, comunicador e crítico Carlinhos Santos (RS), dos dias 11 a 13 de setembro, 14h às 18h. A atividade é voltada para artistas, jornalistas, estudantes de artes cênicas e interessados:

“Partindo do conceito de artista-etc, a proposta desse encontro é problematizar a ideia de crítica em dança entre artistas, promovendo cruzamentos entre o pensamento de quem produz uma obra coreográfica, com reflexões sobre estas produções feitas por estes mesmos artistas ou por seus pares, se busca de uma leitura plural, abrangente e multi-referencial destas criações”, diz a sinopse da oficina.

A inscrição pode ser realizada pelo (65) 3611-0550 e investimento de 02 L. de leite UHT.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEvitando os tucanos
Próximo artigoCresce número de pecuaristas que adotam semiconfinamento nas propriedades