Arthur Virgílio defende “legado” de FHC e critica incerteza na economia do país

Presidenciável tucano diz acreditar que sua participação no governo de Fernando Henrique o capacita a dar rumo na economia brasileira

(Foto: Reprodução/Pedro França/Agência Senado)

O ex-senador Arthur Virgílio (PSDB) disse em Cuiabá, nesta sexta-feira (22), que sua experiência como ministro no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) pode servir de lastro para sua eventual candidatura à Presidência da República em 2022. 

“Fizemos as reformas de liberalização todas com o tripé macroeconômico: responsabilidade fiscal, meta de inflação e câmbio flutuante. Nós conseguimos dar um rumo para a economia. Mas, também precisamos fazer as reformas de microeconomia, porque de grão em grão a galinha enche o papo. Precisamos voltar a ser um player no mercado interacional”, afirmou. 

Arthur Virgílio participou de reunião partidária em Cuiabá na manhã desta sexta-feira (22). Ele é um dos candidatos nas prévias do PSDB para a eleição presidencial de 2022.  

O ex-ministro criticou a instabilidade no mercado hoje provocada pela saída de membros da equipe econômica do ministro Paulo Guedes, após a divulgação da preparação do Auxílio Brasil e do caso do “orçamento paralelo”. Virgílio disse que a situação foi gerada pela incerteza nas políticas econômicas do país. 

“O presidente tem que optar entre uma coisa que acho justa, que é o Auxílio Brasil de R$ 400 para quem está passando fome e essas emendas [parlamentares] que, a meu ver, são indecorosas. Eram emendas que eram para ser secretas, por quê?”, disse. 

Arthur Virgílio foi o terceiro presidenciável do PSDB a passar por Cuiabá para angariar votos para as prévias partidárias, marcadas para 21 de novembro. Ele concorre internamente com os governadores João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS). 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPresidente sanciona lei que aumenta o tolerância sobre excesso de peso nas estradas
Próximo artigoInfluenciadores elegem os 5 melhores sites para comprar seguidores no Instagram