Aprenda a responder as principais perguntas feitas em entrevistas de emprego

Professora de Gestão de Recursos Humanos dá dicas de como se preparar para não fazer feio nesse momento tão importante

(Foto: Reprodução)

Entrevista de emprego é uma situação que desperta nervosismo e receio em muitas pessoas. As perguntas feitas aos candidatos variam de acordo com a empresa, a área e o cargo pretendido. No entanto, como a maioria das entrevistas possuem objetivos similares, é possível identificar alguns questionamentos que se repetem e, dessa forma, se preparar para eles.

Segundo Juliana Braga, professora de Gestão de Recursos Humanos no Centro Universitário Newton Paiva, “fale um pouco sobre você” e “quais são seus pontos fortes?” são alguns dos questionamentos feitos para avaliar o nível de autoconhecimento do candidato.

“É uma oportunidade de se posicionar como pessoa e mostrar que tem clareza acerca de suas características. Ao contrário do que muitos pensam, não é o momento de falar sobre o currículo e, sim, de suas realizações. Uma dica importante é refletir um pouco sobre essas questões antes da entrevista”, recomenda.

Se mostre interessado

Outro critério avaliado pelos recrutadores é o engajamento do candidato. Perguntas como “o que você sabe sobre a empresa?” e “o que sua experiência pode agregar?” servem para medir o nível de identificação entre a empresa e o indivíduo.

Para isso, é preciso pesquisar previamente e conhecer o máximo possível sobre a organização e seu core business.

E atenção, o candidato não deve apenas repetir o conteúdo encontrado no Linkedin e na página “sobre nós”, mas buscar estabelecer um vínculo com a empresa.

Não tente parecer perfeito

A honestidade também é uma característica que pode ser um diferencial em um processo seletivo. “Quais são seus pontos fracos?” e “por que saiu do último emprego?” são as perguntas mais utilizadas nessa avaliação.

“Os recrutadores têm consciência de que não existe um profissional perfeito. Portanto, nesse momento o importante é o candidato mostrar que conhece os pontos que devem ser trabalhados em si mesmo, e que existe um esforço para aprender com os erros e não repeti-los no futuro”, recomenda a professora.

Evidencie suas competências

Por fim, um aspecto ao qual os recrutadores mais ficam atentos é o comportamento do candidato. A pergunta “fale sobre um desafio ou conflito que enfrentou no trabalho” é importante porque, a partir da resposta, é possível avaliar a capacidade de lidar com pressão e de tomar decisões.

“A pessoa deve escolher uma situação que evidencie bem suas competências e habilidades. Lembrando que se deve explicar o desafio, apresentar a estratégia utilizada e analisar o resultado”, finaliza Juliana.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmbaixador da Ucrânia pede “reação mais forte” do governo brasileiro contra a Rússia
Próximo artigoPolícia Civil descarta vazamento de prova em concurso da Segurança Pública