Aposentadoria de Selma é aprovada pelo TJ e ela pode sair candidata

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A aposentadoria da juíza Selma Rosane Arruda, da 7a. Vara Criminal de Cuiabá, foi aprovada na manhã desta terça-feira. O pedido foi assinado pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rui Ramos.

Com a aprovação, a juíza responsável por casos emblemáticos como a prisão do ex-governador Silval Barbosa e do ex-presidente da Assembleia Legislativa José Riva deixa a Justiça. Esta terça-feira (27), inclusive, será o seu último dia a frente da 7a. Vara Criminal.

Como a aprovação saiu antes do dia 7 de abril – prazo limite para que ela possa se filiar a um partido e concorrer nessas eleições – seu nome deve ganhar mais destaque nas montagens de palanques.

O pedido de aposentadoria foi realizado na última quinta-feira (22). A partir de então, o pedido recebeu um parecer favorável na última segunda-feira (26), que culminou na aprovação do processo pelo presidente do TJ.

No meio desse período, Selma recebeu diversos apoios a uma possível candidatura nas eleições deste ano. O LIVRE mostrou que a Associação Mato-grossense de Magistrados (AMAM) declarou apoio a um eventual pleito eleitoral da agora ex-juíza.

Por outro lado, a possibilidade também movimentou os interesses dos partidos políticos. O PSD, do vice-governador Carlos Fávaro, entrou em contato com ela e franqueou as portas do partido a uma eventual candidatura. O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) também fez um vídeo elogiando a juíza.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCinco deputados envolvidos na Bereré prestam depoimentos na próxima semana
Próximo artigoMinistros acreditam que privatização da Eletrobras ocorra antes das eleições

O LIVRE ADS