Aposentado e de tornozeleira

Juiz impõe medidas cautelares a Rogers Jarbas

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O ex-secretário de Segurança Pública e delegado aposentado da Polícia Civil, Rogers Jarbas, vai ter que usar tornozeleira eletrônica a partir desta segunda-feira (18).

A decisão é do juiz Jorge Tadeu Rodrigues, da 7ª Vara Criminal, que se negou a conceder o pedido de prisão de Jarbas. O pedido tinha sido feito pela força-tarefa que investiga a Grampolândia Pantaneira.

Jarbas responde judicialmente por tentar obstruir a Justiça nas investigações sobre o esquema de interceptações telefônicas clandestinas, orquestrado no Governo do Estado.

Nessa investigação Jarbas já ficou preso e foi monitorado por tornozeleira eletrônica ao sair.

Depois de ser afastado das funções também por medidas cautelares, o delegado conseguiu se aposentar no dia 1º de novembro, aos 45 anos.

Recentemente, o ex-secretário também se tornou réu na Justiça por supostamente ameaçar o colega, delegado Flávio Stringueta. Era ele quem conduzia o caso dos grampos na época em que o esquema veio à tona.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTamanduá vai parar dentro de motor de carro e bombeiros vão ao resgate
Próximo artigo“Estamos muito, mas muito melhores do que em 2018”, diz Mauro Mendes

O LIVRE ADS