Aposentado e de tornozeleira

Juiz impõe medidas cautelares a Rogers Jarbas

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O ex-secretário de Segurança Pública e delegado aposentado da Polícia Civil, Rogers Jarbas, vai ter que usar tornozeleira eletrônica a partir desta segunda-feira (18).

A decisão é do juiz Jorge Tadeu Rodrigues, da 7ª Vara Criminal, que se negou a conceder o pedido de prisão de Jarbas. O pedido tinha sido feito pela força-tarefa que investiga a Grampolândia Pantaneira.

Jarbas responde judicialmente por tentar obstruir a Justiça nas investigações sobre o esquema de interceptações telefônicas clandestinas, orquestrado no Governo do Estado.

Nessa investigação Jarbas já ficou preso e foi monitorado por tornozeleira eletrônica ao sair.

Depois de ser afastado das funções também por medidas cautelares, o delegado conseguiu se aposentar no dia 1º de novembro, aos 45 anos.

Recentemente, o ex-secretário também se tornou réu na Justiça por supostamente ameaçar o colega, delegado Flávio Stringueta. Era ele quem conduzia o caso dos grampos na época em que o esquema veio à tona.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS