Após quatro meses, Cuiabá vacina 22% da população contra a covid-19

Prefeito Emanuel Pinheiro quer iniciar cadastro da população que não está em nenhum grupo prioritário

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

Passados cerca de quatro meses desde o início da vacinação contra a covid-19 em Cuiabá – no dia 20 de janeiro foi aplicada a primeira dose – a prefeitura vacinou pouco mais de 22% da população.

É o equivalente a 137.320 pessoas que receberam, pelo menos, a primeira dose do imunizante contra a covid-19. Outras 58.247 pessoas (9,4% da população) já tomaram as duas doses necessárias.

Vacina para o público geral

Neste sábado (29), o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou que pretende iniciar em breve a vacinação do público em geral, ou seja, de pesssoas que não estejam em nenhum grupo de risco para covid-19.

A ideia é manter o sistema de faixas etárias, iniciando pelas pessoas com 59 anos de idade. À medida em que essse grupo esteja imunizado, passa-se a idades menores, até atingir o público com 18 anos.

A própria Secretaria Municipal de Saúde informou ao LIVRE por meio nota, no entanto, que tem sido difícil prever datas, dado “o desconhecimento das datas de recebimento de doses das vacinas e das quantidades a serem recebidas”.

LEIA TAMBÉM

Justamente por isso, também no sábado, o prefeito cobrou que o Ministério da Saúde informe os municípios com antecedência a previsão de remessas de novos lotes de vacina. Só assim é possível planejar melhor a campanha.

“Agora é tentar dar uma estabilidade no recebimento dessas vacinas e aceleração da aplicação das doses. Existe toda uma responsabilidade, uma segurança que eu sou o primeiro a exigir da minha equipe”, disse.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProfessora de Poconé escreve livro de poesias: “defender e valorizar o Pantanal”
Próximo artigoTécnico deixa o Cuiabá após empate em jogo de estreia no Brasileirão