Após flagrante de suposto mensalinho, Emanuel inicia troca de secretários

Ednilson Aguiar/O Livre

 Secretário de Transporte Urbano Antenor Figueiredo

Antenor Figueiredo também foi secretário de Mauro Mendes e acabou exonerado

Após vir à tona a gravação em que aparece recebendo o que o ex-governador Silval Barbosa denominou de “mensalinho” aos deputados estaduais, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), deu início na última sexta-feira (1/9) a um processo de mudanças no seu secretariado. O objetivo, segundo fontes próximas ao gabinete, é tentar estancar a crise que abateu seu governo.

O primeiro secretário a ser demitido foi o titular da pasta de Mobilidade Urbana, Antenor de Figueiredo Neto. O anúncio foi feito em uma reunião realizada no fim da semana passada, em que foram estabelecidas metas para os próximos quatro meses de gestão. Antenor não foi convidado.

O cargo dele pertence ao PMDB, que deverá indicar um substituto.

Além dele, outros dois secretários devem ser demitidos nos próximos dias.

Antenor já havia atuado como titular da pasta responsável pela organização do trânsito de Cuiabá na gestão Mauro Mendes (PSB). Ele iniciou o governo do socialista, mas acabou substituído na metade do mandato, durante uma reforma administrativa, em dezembro de 2014, por Thiago França, na época, seu adjunto.

Procurada, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Cuiabá ainda não se posicionou sobre o assunto. Desde a divulgação dos vídeos da delação de Silval Barbosa, o prefeito Emanuel Pinheiro não faz aparições públicas e não atende a imprensa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDoria admite sair do PSDB e descarta prévia com Alckmin
Próximo artigoFazenda de Pupin pode ser adquirida por R$ 65 milhões