Após dois meses, Cuiabá vacinou só 22% do grupo prioritário

Se ritmo da campanha nacional se mantiver assim, serão necessários seis meses para imunizar só quem corre mais risco

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Às vésperas de completar dois meses da campanha nacional de vacinação contra covid-19, Cuiabá vacinou somente 22% do grupo prioritário com a primeira dose do imunizante.  

Desde o dia 20 janeiro, 42.804 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 28.922 com a segunda. Os dados são Vacinômetro SUS e foram atualizados até essa quinta-feira (11).  

A Prefeitura de Cuiabá estima que 190 mil pessoas façam parte do grupo de alta prioridade, classificado pelo Ministério da Saúde. Ele cobre profissionais da saúde e idosos. Entre essas pessoas, apenas 15% podem se considerar imunizadas, ou seja, passaram pelas duas fases da vacina. 

É pouco menos da metade daqueles que receberam só a primeira dose. Se o ritmo da campanha se mantiver o mesmo, Cuiabá levará mais seis meses para concluir a imunização – só da primeira dose – somente do grupo prioritário.

O tempo para a segunda dose varia. As duas doses da CoronaVac devem ser aplicadas com intervalo de 15 e 28 dias. A AstraZeneca, depois de 90 dias. 

Essas são drogas recebidas até o momento por Cuiabá.  

Campanha vacilante 

Apesar da entrega de doses pelo Ministério da Saúde ter entrado em uma frequência semanal, a quantidade de vacinas é baixa. Cuiabá, com a maior população em Mato Grosso, tem recebido entre 3 e 6 mil doses a cada remessa, considerando o volume mais baixado e mais alto repassados até o momento. 

LEIA TAMBÉM

Mesmo assim, nesses 60 dias a campanha foi paralisada por falta de vacina e houve remanejamento, quando chegou nova remessa, para cobrir mais de 3,3 mil profissionais da saúde que aguardavam a segunda dose da CoronaVac, com o prazo de aplicação já vencido. 

Hoje, o calendário está disponível para idosos na faixa etária entre 85 e 80 anos. É o terceiro grupo, fora dos profissionais, a começar ser imunizado. Começou, na regressiva, com idosos entre 95 e 90, passou 89 a 86 anos. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorShopping denuncia que nome tem sido usado para aplicar golpes
Próximo artigoPM dispersou quase 1,9 mil aglomerações na primeira semana de decreto estadual