Após campanha, família recupera cães que foram furtados no Jardim Itália

Cães Juju e Ted já estão nos braços da família

Foto: Divulgação

Pouco mais de 24 horas depois de lançarem uma campanha nas redes sociais, a família Sato, de Cuiabá, conseguiu recuperar os dois cãezinhos que haviam sido levados por criminosos durante a madrugada de domingo (11), quando a casa onde moram foi invadida. Segundo a estudante Maitê Sato, de 19 anos, o segundo animal foi recuperado por volta das 11h30 desta segunda-feira (12).

Não bastasse o pânico de encontrar a casa aberta e diversos itens furtados, a família Sato ainda viveu momentos de muita tristeza quando percebeu que os dois cachorrinhos da família, da raça shih tzu, apelidados de Juju e Ted, também haviam sido levados pelos criminosos.

Conforme Maitê, o caso aconteceu por volta das 4h da madrugada de domingo, quando a mãe chegou em casa e percebeu o furto. Ela, então, chamou a atenção dos vizinhos e acionou a polícia. Apesar dos bens materiais levados, como notebooks, televisão e roupas, foi a falta dos cãezinhos que mais entristeceu a família.

Na mesma manhã, Maite teve a ideia de divulgar o acontecido nas redes sociais, pedindo ajuda dos amigos para encontrar os pets. A estudante fez vídeos no Instagram e publicou imagens contando o acontecido. Em poucas horas, o pedido de ajuda da família virou uma grande campanha.

Conforme a jovem, depois que divulgaram os telefones, diversas pessoas entraram em contato. A maioria era trote. Outras ligações eram de pessoas mal intencionadas. Isso porque a família havia oferecido a quantia de R$ 1 mil para quem ajudasse a encontrar os animais.

Poucas horas depois, Maite soube que uma mulher teria comprado um cachorro que lembrava o Ted, o macho de dois anos. Então, elas entraram em contato e conseguiram confirmar que se tratava do cachorro roubado.

Segundo a estudante, a família conseguiu recuperar o cachorro por volta da 1h desta segunda-feira (12). Ela disse que a mulher que havia comprado o animal não pediu o dinheiro oferecido como recompensa. Apenas o devolveu.

Depois de recuperarem o macho, foi a vez da Juju, a fêmea de apenas sete meses.

“Encontrar a Juju foi o mais difícil, porque muita gente ligou. E teve um cara que falou que tinha comprado de um usuário de drogas e que viu no Facebook que ela era roubada. Eu pedi foto e quando ele mandou eu vi que era mesmo ela, então eu a pedi de volta”, relatou.

Para recuperar o segundo cãozinho, a família contou com a ajuda da polícia. Marcaram com o homem em um posto de gasolina na Avenida Arquimedes Pereira Lima (Estrada do Moinho), no horário do almoço, por volta das 11h30. Segundo ela, o homem teria pedido R$ 500 por ter devolvido o cachorro. No entanto, a polícia interveio e o pagamento não foi realizado.

Apesar da felicidade em recuperar os cães, a família ainda sente medo por não saber exato o que aconteceu. Essa foi a primeira vez que a casa foi assaltada, mas, na mesma rua, no bairro Jardim Itália, diversas outras residências já sofreram com a ação de criminosos.

“Estamos com medo deles voltarem. Toda semana alguma casa aqui da rua é roubada. Aqui não tem nenhuma polícia e quando a gente chama eles não vem. Não tem segurança nenhuma”, lamentou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBrasil tem cerca de 22,6 mil jovens presos em todo país, diz CNJ
Próximo artigoBolsonaro reconhece dificuldade para aprovar Previdência este ano