Após briga em grupo de WhatsApp, Bolsonaro demite ministro do Turismo

Marcelo Álvaro Antônio teria discordado da sugestão de abrir espaço no governo para aliados do "centrão"

(Foto: Reprodução/Redes sociais)

O presidente Jair Bolsonaro demitiu nesta quarta-feira (9) o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL). Ainda não foram informadas as causas da demissão, entretanto, informações apontam para a suposta má convivência com um dos colegas.

A demissão do ministro do Turismo teria sido motivada por causa de uma briga entre ele e o ministro-chefe da Secretaria de Governo, o general Luiz Eduardo Ramos.

Os dois teriam se desentendido depois que Ramos falou em abrir abrir espaço no governo para aliados, especialmente do “centrão”, para garantir mais apoio no Congresso.

A briga começou depois que Marcelo Álvaro Antônio teria cobrado Ramos e discutido de forma grosseira com ele no grupo de WhatsApp dos ministros. O atrito continuou e o presidente Bolsonaro considerou a situação insustentável, decidindo pela demissão.

Marcelo Álvaro Antônio, que é deputado licenciado pelo PSL de Minas Gerais, após a demissão deve retornar para a Câmara Federal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÁreas de instabilidade: Centro Oeste terá muita chuva até o fim da semana
Próximo artigoÁguas Cuiabá fortalece sistema de abastecimento no 1º de Março