Após agredir esposa, homem tenta esfaquear policial e acaba morto

Ele também havia agredido vizinhos que tentaram defender a esposa, inclusive um deficiente físico

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Um homem de 28 anos acabou morto na madrugada desta sexta-feira (1º), no Bairro Jardim Vitória, em Cuiabá, após tentar esfaquear um policial, que reagiu com um tiro.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de briga de casal em que a mulher estava gritando por socorro em uma quitinete.

Quando os policiais chegaram ao local indicado na denúncia, encontraram o suspeito brigando e ameaçando os vizinhos, chegando a arremessar um tijolo contra um vizinho na frente dos militares.

A equipe deu ordem para que o suspeito parasse, mas ele entrou na quitinete e chutou o portão, que caiu em cima de um cabo da PM, que caiu no chão junto com o portão.

O acusado entrou em sua quitinete e foi seguido pelos policiais, que pediram mais uma vez que ele se entregasse, mas foram ignorados.

Ele foi até a cozinha e pegou uma faca e uma garrafa de refrigerante, com os quais ficou ameaçando atacar os policiais, que acionaram reforços.

Enquanto a equipe pedia que o jovem se entregasse, ele foi para cima de um dos policiais com a faca. Segundo o boletim de ocorrência, como não tinha para onde correr, já que a cozinha era pequena, um militar reagiu atirando uma vez.

O disparo atingiu o braço e o tórax do lado esquerdo do suspeito, que soltou a faca e caiu no chão.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado imediatamente e a Força Tática e outras duas equipes da PM chegaram ao local para dar apoio.

Os policiais viram que o suspeito ainda estava com sinais vitais e resolveram levá-lo para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Morada do Ouro, onde ele recebeu atendimento médico, mas acabou morrendo.

A Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada, mas não foi ao local porque o suspeito havia sido retirado do local em que o disparo aconteceu.

Conforme o boletim de ocorrência, a esposa dele disse aos policiais que essa não havia sido a primeira vez que o marido a agredia e que toda vez que ele ingeria bebida alcoólica ela tinha que esconder as facas da casa, pois ele já havia tentado matá-la antes.

Os vizinhos já haviam brigado com o suspeito antes dos policiais chegarem, inclusive um que é deficiente físico estava com um corte na mão. A enteada do suspeito, filha da vítima, havia gravado um vídeo do padrasto agredindo a mãe dela.

O policial cujo portão caiu sobre ele ficou com hematomas no dedo anelar esquerdo e dores no braço direito e costas.

O caso foi registrado como morte por intervenção de agente do Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFort Atacadista sorteia milhares de prêmios em créditos Vuon para comemorar o aniversário de 22 anos da rede
Próximo artigoSó proposta