Após 33 anos de filiação, Geraldo Alckmin deixa PSDB

O ex-governador de São Paulo é cotado para formar chapa com o ex-presidente Lula em outro partido

(Foto: Chico Ferreira / F5)

Ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin deixou o PSDB. Ele confirmou sua saída do partido em uma publicação no Twitter, nesta quarta-feira (15).

Nas redes sociais, o político afirmou que “chegou a hora da despedida” e lembrou dos anos que esteve filiado.

“Nesses mais de 33 anos e meio de trajetória no PSDB, procurei dar o melhor de mim”, escreveu o político.

Chapa com Lula

O ex-governador é cotado para compor uma possível chapa com o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva na eleição de 2022.

Até o momento, Alckmin já recebeu convites para se filiar ao PSB, PSD e Solidariedade. “Em breve, anunciarei meus próximos passos”, prometeu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÉpoca de virose: médica ensina a identificar sintomas e quando procurar ajuda
Próximo artigoPesquisa: Bolsonaro deve ser reeleito apesar de rejeição ao governo