Após 10 horas de operação, PF ainda não cumpriu todos os mandados

Ednilson Aguiar/O Livre

Polícia Federal na Assembleia Legislativa durante Operação Malebolge

A Polícia Federal trabalha há quase 10 horas e ainda não recolheu sequer metade dos documentos que devem ser apreendidos com a operação Malebolge, deflagrada na manhã desta quinta-feira (14/9).

A ação teve início às 6h da manhã e as primeiras equipes só retornaram para a sede da Polícia Federal, na avenida do CPA, em Cuiabá, por volta das 8h30. Ao longo da manhã, policiais entravam e saíam do prédio carregando malotes, computadores e pastas com documentos. Ao todo, 270 agentes atuam na operação.

Um dos alvos foi o prédio da Assembleia Legislativa onde, de acordo com informações preliminares, foram cumpridos mandados de busca e apreensão no gabinete de oito deputados estaduais. O LIVRE e leitores da plataforma estavam por perto quando as ações ocorreram e registraram em vídeos, que você confedere abaixo, a ação dos policiais. 

Os alvos foram: Romoaldo Júnior, Silvano Amaral e Baiano Filho, todos do PMDB; José Domingos Fraga, Ondanir Bortolini, o Nininho, Gilmar Fabris e Wagner Ramos, ambos do PSD, e Oscar Bezerra, do PSB.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBandidos invadem loja e fazem funcionários reféns
Próximo artigoPF realiza buscas em 65 endereços; veja lista atualizada