Apesar da reeleição, Emanuel Pinheiro perdeu 22 mil votos

Há quatro anos, o prefeito de Cuiabá obteve votação mais expressiva, o que não fez sua reeleição ser menos surpreendente. Entenda

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelam que o prefeito reeleito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), perdeu 22 mil votos em quatro anos.

Em 2016, quando foi eleito em uma disputa de segundo turno contra o atual deputado estadual Wilson Santos (PSDB), Emanuel obteve 157.877 votos, o que correspondeu a 60,41% dos votos válidos.

Ao ser reeleito no domingo (29), conquistou 51,15% dos votos válidos, o que representa o apoio de 135.871 cuiabanos.

Apesar da evidente perda de capital político, Emanuel Pinheiro conseguiu um feito inédito em 2020. Foi a primeira vez que um candidato a prefeito de Cuiabá que terminou o primeiro turno em desvantagem conseguiu reverter o resultado e sair vitorioso no segundo turno.

Na eleição do dia 15 de novembro, o prefeito obteve 82.367 votos, enquanto o adversário Abílio Júnior (Podemos) somou 90.631 votos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Uma eleição demonstra um comportamento das massas, pra mim demonstrou um atraso de valores sociais. Uma “galera” o jogou para o primeiro turno… Me pergunto, sabe!
    O que realmente queremos como sociedade, e o prévio entendimento disso dialoga entre um mixto de egoísmo humano, negligência, conivência com a corrupção… Enfim, todos um movimento de frente ampla (posso chamar assim, apesar das diferenças partidárias e participantes), e pela semelhança com o da “esquerda”!!
    Se uniram contra a candidatura da oposição e foi todo um dilema moral e político…
    Foi bem interessante essa eleição!!
    Veja! Os dois candidatos em questão na minha humilde opinião. Não me representa!
    Entendo que para o reeleito perder somente 22 mil eleitores, depois de ser acusado de corrupção, é um absurdo de pouco!!
    E pode-se então eu entender que metade da população cuiabana é conivente com a corrupção (considerando todo um contexto de situações é claro! E que estou falando sobre o 1 turno 2020)…
    E há controvérsia! Mas é uma realidade.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJuíza compartilha com o TCE e a Polícia Civil provas de fraude de R$ 418 milhões
Próximo artigoMercado de trabalho: Várzea Grande empregou mais pessoas que Cuiabá em 2020