Ao arrombar banco, suspeito grava vídeos e envia a comparsas

Os policiais encontram o suspeito tentando pular o muro dos fundos da agência

Foto: Reprodução

Quando os policiais militares prenderam Bruno Leandro da Silva, de 35 anos, às 11 horas desta quinta-feira (31), aprenderam também um celular com vídeos do interior da agência do Banco Bradesco, na avenida Coronel Escolástico, local que ele tentava roubar.

As imagens, segundo o suspeito, foram enviadas a outras pessoas. Possivelmente comparsas, na avaliação da polícia.

Bruno foi preso em flagrante por dois policiais militares que se deslocaram até a agência depois de uma denúncia recebida pelo 1º Batalhão. Os policiais Luciano Elias Mariano e Riander Gomes encontraram o suspeito tentando pular o muro dos fundos da agência.

A parede da agência que dá acesso ao cofre do banco já estava arrombada quando os policiais chegaram. No local, Bruno ainda deixaria duas lixadeiras, alicates e chaves para arrombar o cofre.

O material foi apreendido pelos policiais. Um comparsa, identificado apenas como “Neguinho”, também ajudou Bruno na ação, mas ainda não foi identificado pela polícia.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPedro Parente pede demissão da presidência da Petrobrás
Próximo artigoGreve termina, mas motoristas ainda enfrentam filas

O LIVRE ADS