Ao arrombar banco, suspeito grava vídeos e envia a comparsas

Os policiais encontram o suspeito tentando pular o muro dos fundos da agência

Foto: Reprodução

Quando os policiais militares prenderam Bruno Leandro da Silva, de 35 anos, às 11 horas desta quinta-feira (31), aprenderam também um celular com vídeos do interior da agência do Banco Bradesco, na avenida Coronel Escolástico, local que ele tentava roubar.

As imagens, segundo o suspeito, foram enviadas a outras pessoas. Possivelmente comparsas, na avaliação da polícia.

Bruno foi preso em flagrante por dois policiais militares que se deslocaram até a agência depois de uma denúncia recebida pelo 1º Batalhão. Os policiais Luciano Elias Mariano e Riander Gomes encontraram o suspeito tentando pular o muro dos fundos da agência.

A parede da agência que dá acesso ao cofre do banco já estava arrombada quando os policiais chegaram. No local, Bruno ainda deixaria duas lixadeiras, alicates e chaves para arrombar o cofre.

O material foi apreendido pelos policiais. Um comparsa, identificado apenas como “Neguinho”, também ajudou Bruno na ação, mas ainda não foi identificado pela polícia.