Anvisa decide na segunda sobre a importação da Sputnik; MT pode se beneficiar

Agência vai analisar pedido feito por estados e municípios após decisão do STF. Mato Grosso quer comprar 1,2 milhões de doses

(oto: Reprodução/Facebook/Embaixada da Rússia no Brasil)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizará na próxima semana duas reuniões extraordinárias importantes para avaliar processos referentes ao enfrentamento da Covid-19. Entre elas, a reunião mais aguardada decidirá sobre os pedidos de importação da Sputnik V,  feito por estados e municípios, entre eles Mato Grosso.

O governador Mauro Mendes (DEM) quer comprar 1,2 milhão de doses da vacina russa. O negócio, porém, precisa de autorização da Anivsa.

Na semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, estipulou prazo até o fim deste mês para que o órgão decida sobre a importação.

LEIA TAMBÉM

A decisão foi tomada após uma ação protocolada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Caso o prazo seja descumprido, o Estado fica automaticamente autorizado a importar e distribuir as doses.

A vacina Sputnik V teve eficácia de 91,6% contra a doença, segundo resultados preliminares. A eficácia contra casos moderados e graves da doença foi de 100%.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorButantan solicita à Anvisa aprovação para testar Butanvac em humanos
Próximo artigoAudiência sobre o BRT