Anticorpos gerados pela vacina contra covid podem passar para bebês pela amamentação

Leite materno pode ajudar a prevenir a covid-19 em bebês e proteger contra distúrbios gastrointestinais associados à doença

(Foto: Divulgação)

Ainda há muitas dúvidas sobre o impacto da covid-19 na saúde das gestantes, das mães que acabaram de ter seus bebês e também dos recém-nascidos. O próprio Ministério da Saúde, depois de constatar que a variante do vírus pode ser mais agressiva em gestantes, recomendou o adiamento da gravidez, por exemplo.

Contudo, uma revisão feita por pesquisadoras da USP, publicada no Physiological Reports, mostrou que a amamentação pode ajudar a prevenir a covid-19 em bebês, além de proteger contra distúrbios gastrointestinais associados à doença.

Segundo os pesquisadores, o leite materno contém uma série de moléculas que vão além dos anticorpos e são importantes para a proteção contra uma série de doenças, inclusive a covid-19.

LEIA TAMBÉM

Estudos recentes têm apontado, ainda, que a vacina permite que os anticorpos, ao passarem por um processo chamado “soroconversão” no corpo das mães, passem para o bebê pelo leite.

“[As moléculas presentes no leite] fazem com que o bebê possa ter um quadro leve se for infectado. Ele ainda não tem um sistema imunológico formado e depende, justamente, do leite, para que a mãe forneça a ele todas essas moléculas”, destacam.

(Com Jornal da USP)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIntenção de consumo das famílias em Cuiabá tem terceira queda seguida
Próximo artigoFiocruz aponta alta de casos e óbitos por covid-19 em pacientes jovens