Anaíde é demitida

Ato de perda do cargo de delegada foi assinado nessa quinta-feira (12)

Delegada Anaíde Barros foi condenada por improbidade administrativa (Foto: Divulgação/PJC)

Anaíde Barros de Souza não é mais delegada da Polícia Civil de Mato Grosso. A demissão do serviço público, que foi determinada pela Justiça, foi oficializada nesta sexta-feira (13).

No dia 12, o governador Mauro Mendes (DEM) assinou o ato da perda de cargo público da ex-delegada, que atuava na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA), em Cuiabá. A medida teve data retroativa do dia 28 de fevereiro de 2019.

Anaíde perdeu o cargo por determinação do juiz Francisco Rogério Barros, da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Rondonópolis (212 km de Cuiabá). Em fevereiro de 2012, ela foi condenada por improbidade administrativa. Contudo, recorreu da sentença.

O trânsito em julgado foi declarado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, em fevereiro deste ano.

A ex-delegada teve declarada, ainda, a suspensão dos direitos políticos e a proibição de contratar com o Poder Público. Ela também deve pagar uma multa de R$ 71,6 mil, como ressarcimento por danos morais coletivos.

Segundo o Ministério Público, a condenação se deu porque Anaíde teria favorecido um comerciante do shopping popular de Rondonópolis, ao trocar um material que teria sido apreendido por um outro, semelhante. O caso, que aconteceu em dezembro de 2005, teria sido presenciado por testemunhas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProjeto isenta produtor rural de pagar IPI na compra de caminhonetes
Próximo artigoProximidade das festas reduz demanda por carne de frango e preço recua

O LIVRE ADS