Amor e ódio na harmonização facial

Qual é a sua relação com a harmonização facial, amor ou ódio? Satisfação plena ou arrependimento total? Impressionante como pode ser comum essa relação de rejeição. Mas, a harmonização não nasceu para ter discórdia com o objetivo principal, um bom resultado. Como profissional é doloroso falar a respeito deste tema, pois o DNA da harmonização é justamente o equilíbrio perfeito de uma face, e não o desequilíbrio. Mas, a boa notícia é que ajustes em procedimentos sem um bom resultado tem percentuais elevados de melhoria. Ou seja, não gostou, não ficou da forma que deveria, é possível remover o produto ou corrigir de outras maneiras.

Mas, vamos ao princípio, por que isso pode acontecer? Primeiramente vamos fazer uma contextualização deste mercado, não é porque consultório X é o mais caro do Brasil, ou da sua cidade, que o torna a melhor referência. Não é porque o profissional quer popularizar a harmonização com super promoções que o transforma numa autoridade em resultados. A verdadeira percepção deve estar associada a gama de aprovação por si em cada resultado. Pois, se uma face não atingir o resultado ideal é passível de desapontamentos, dos quais poderiam ser evitados.

É sempre preciso estudar cada paciente, e mais que isso, informar-lhe sempre que não existe um modelo perfeito de lábio igual para todos, que o queixo alongado é perfeito para determinados tipos de estrutura de face, que uma sobrancelha mais arqueada que o normal provoca estranheza, porém uma levemente arqueada é aconselhável e muito desejada realçando a beleza da face. É preciso entender que excessos e arquétipos robóticos podem ser para uma pequena parcela, mas não em escala industrial. É preciso respeitar sua face. Seu ideal de beleza deve ser sempre muito bem avaliado, e principalmente é preciso que o profissional em harmonização discuta cada detalhe, pois se trata de alguém muito importante, você!

A prioridade é elevar a sua autoestima, é resgatar confiança em si mesma, é te apresentar uma relação de profundo amor a esta ciência maravilhosa, a harmonização facial que muda vidas e proporciona felicidade resgatando a sua autoestima a cada procedimento estético. A dor até pode ser apenas da próxima agulhadinha na transformação da beleza mas nunca, jamais, do arrependimento após um procedimento estético.

Nayara Cerutti, odontóloga com atuação em harmonização facial

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNão vacile
Próximo artigoQual a mais bela cidade da República Tcheca?