Amigos unem esforços para saldar despesas com tratamento e sepultamento de produtora cultural

A produtora cultural Naiene Vidal morreu nesta quarta-feira devido a complicações da chicungunya

Amigos da produtora cultural Naiene Vidal, 35 anos, que morreu na noite de quarta-feira (17) em decorrência das complicações da febre chikungunya, uniram esforços para custear os gastos do tratamento. Por conta da inesperada perda da amiga, agora se mobilizam também, para saldar despesas com velório e sepultamento.

Lançando mão de várias iniciativas, estão rifando quadros dos artistas Valques Pimenta e Vicente Paulo – que doaram uma obra cada para a ação – e ainda, recebendo doações via conta bancária. Para a mobilização, criaram inclusive, o grupo RespirARte. A rifa – que custa R$ 25,00 – será sorteada no dia 3 de novembro.

Naiene estava internada desde 25 de setembro no Hospital São Judas Tadeu, por falta de vaga na rede pública, só três dias depois conseguiu transferência para o Hospital Júlio Muller. Os quatro dias de internação no hospital particular custaram aproximadamente, R$ 12 mil. Tudo foi parcelado em cartões de crédito da companheira de Naiene, já que a produtora, antes comissionada, estava sem emprego quando adoeceu.

Quem puder colaborar, pode entrar em contato pelo telefone: (65) 99640-0163.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.