Alguém tem dúvida?

Perguntado sobre a possibilidade de os deputados aprovarem um plebiscito sobre o VLT, governador respondeu: "eu acho que eles lá têm juízo"

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) classificou como “sem sentido” a proposta do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), para que seja realizado um plebiscito antes da decisão final sobre a construção do BRT no lugar do VLT.

Isso porque, na avaliação do governador, não há dúvidas quanto ao resultado que se extrairia dessa consulta popular.

“Perguntar para o mato-grossense se ele quer um VLT, muito mais caro, para ele subsidiar a vida inteira, ou se ele quer um BRT? O prefeito tem dúvida da resposta ou quer achar uma válvula de saída para a canoa furada dele?”.

A obviedade, segundo Mendes, estaria no fato de que – se aprovado – o plebiscito teria que ser feito em todos os municípios do Estado, não somente em Cuiabá.

E quanto ao pedido feito à Assembleia Legislativa de Mato Grosso, responsável por aprovar ou rejeitar a sugestão de realizar a consulta à população, Mendes disparou: “eu acho que eles lá têm juízo”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMP abre 9 inquéritos para investigar corrupção na Assembleia Legislativa
Próximo artigoJustiça de MT autoriza reabertura de mercado suspeito de vender carne roubada