Ainda tentando provar fraude, Trump se recusa a ir em posse de Biden

Essa é a primeira mais de 150 anos que um ex-presidente não vai estar presente na posse de seu sucessor

Pela primeira vez em mais de 150 anos de história americana um ex-presidente não vai estar presente na posse de seu sucessor. Donald Trump, que ainda tenta provar na justiça que ganhou as eleições de novembro do ano passado, anunciou em seu Twitter que não comparecerá à posse de Joe Biden.

O republicano Donald Trump acusa o democrata Joe Biden de fraude durante as eleições presidenciais. Segundo ele, há evidências em determinados estados, e a suposta fraude  teria garantido a eleição do democrata.

Pelo Twitter, sem entrar em detalhes sobre os motivos os motivos, Trump apenas comunicou que não iria ao evento.

“Para todos os que me perguntaram, não irei à posse (de Joe Biden) no dia 20 de janeiro”, ele escreveu.

O país passa atualmente por uma intensa divisão na sua política interna. No momento, parte da população reconhece a vitória de Biden e outra parte acredita em Trump.

Na tarde da última quarta-feira (6), inclusive, manifestantes favoráveis a Trump invadiram o Congresso dos Estados Unidos exigindo a recontagem dos votos. Na ocasião, dezenas de pessoas se feriram.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm MT, Arthur Lira defende privatizações e prega harmonia com Bolsonaro
Próximo artigoEm livro, Eduardo Cunha diz que Rodrigo Maia sempre teve sede de poder