Águas Cuiabá passa a coletar esgoto e conta de água aumenta 90%

A medida vai afetar 16 bairros localizados nas imediações do córrego da Prainha; Saiba quais são!

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A partir do dia 1º de agosto proprietários de casas e comércios das imediações do córrego da Prainha, na região central de Cuiabá, passarão a pagar a tarifa de esgoto, que até então não era cobrada. Com isso, o valor final da fatura terá um acréscimo de 90%. Ao todo, 16 bairros serão alcançados pelo novo sistema.

O número foi apresentado pela diretora de gestão da Águas Cuiabá, Cristiane Schwanka, na tarde desta terça-feira (9), na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT). Segundo a representante da concessionária, o aumento se dá em razão dos serviços prestados pela coleta do esgoto, que passa a ser realizada na região.

O valor de 90% deverá ser cobrado sobre o consumo de água. Dessa forma, em uma tarifa cujo consumo é de até 10 metros cúbicos, tabelada em R$ 32,60, o pagamento final, acrescida da tarifa de esgoto, deverá ser feito no valor de R$ 61,94.

Conforme o anúncio, a taxa “extra” passará a ser cobrada dos seguintes bairros: Lixeira, Centro Norte, Centro Sul, Bandeirantes, Dom Aquino, Santa Helena, Araés, Baú, Miguel Sutil, Goiabeiras, Senhor dos Passos, Consil, Jardim Alvorada, Bosque da Saúde II, Porto e Poção.

Balanço da concessionária apontou que quase duas toneladas de esgoto são depositadas no Rio Cuiabá diariamente, por cada adutora. Contudo, com a implantação da rede de coleta na região estima-se que 200 litros de esgoto por segundo passarão a ser filtrados.

“A maioria da população de Cuiabá que reside na região da Prainha talvez não soubesse que estava praticando um crime ambiental, porque seus esgotos eram lançados no Rio Cuiabá”, comentou Cristiane, durante a apresentação.

Para evitar “mal entendidos”, cerca de 50 funcionários da Águas Cuiabá já percorrem os bairros afetados a fim de esclarecer aos moradores sobre o aumento na tarifa. À população será entregue um boletim informativo explicando sobre os avanços no saneamento básico e a diferença nos valores.

Saneamento básico

No fim de junho, a Prefeitura de Cuiabá anunciou a revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico. Com isso, a previsão é a de que até 2024 Cuiabá tenha 100% de saneamento básico. Até o momento, cerca de 57% da cidade já tem rede coletora.

Com os avanços anunciados pela Águas Cuiabá, espera-se que até o fim de 2019 o número suba para 61% de cobertura.

Como você se sentiu com este conteúdo?

loading spinner

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.