Água no chope

Pedido do MPE esvazia articulações na AL para conselheiro do TCE

A notificação recomendatória expedida pelo Procurador Geral de Justiça, José Antônio Borges, para o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Guilherme Maluf, não proceder com o pedido de aposentadoria do conselheiro Waldir Teis caiu como uma bomba na Assembleia Legislativa.

O substituto de Teis deve ser preenchido por indicação dos 24 deputados. Por mais que negue, o presidente do Legislativo, Eduardo Botelho (DEM), mantinha conversas reservadas para ser o escolhido.

A deputada Janaína Riva (MDB) já sonhava com a presidência do Legislativo ainda no primeiro semestre. Agora, os parlamentares têm a plena consciência de que a aposentadoria concedida em caráter administrativo pelo TCE a Waldir Teis será judicializada.

A escolha do conselheiro do TCE será decidida somente após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir o impasse jurídico do afastamento cautelar de Waldir Teis em decorrência da Operação Malebolge, da Polícia Federal, deflagrada em setembro de 2017.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAção contra o Enem
Próximo artigoOperação do medo