Agro produzindo vacinas?

Anvisa já iniciou a verificação de quatro empresas interessas em produzir o material necessário à fabricação da vacina anticovid

(Foto: Ednilson Aguiar)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) notificou quatro empresas que fabricam produtos para saúde animal interessadas em produzir o Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) para produção de vacinas contra a covid-19.

A proposta de utilização dessas plantas industriais foi apresentada pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT).

Segundo a diretora da Anvisa, Meiruze Souza Freitas, foi solicitado aos laboratórios, vinculados ao Sindicato Nacional das Indústrias de Produtos para Saúde Animal (Sindan), uma primeira avaliação sobre capacidade e estrutura de produção.

A Anvisa pediu ainda relatórios internos de auditoria. Depois, se necessário, haverá uma visita aos locais.

“A partir desse primeiro mapeamento, teríamos uma ideia da necessidade de adequações ou não” – ela explicou em reunião da Comissão Temporária criada no Senado para discutir o assunto.

Na audiência, o diretor-executivo do Sindicato das Indústrias, Emílio Salani, informou que a entidade já fez o levantamento de todas as empresas que têm disponibilidade para produzir vacinas. Segundo ele, “vencidas essas barreiras iniciais”, elas têm condições e experiência para iniciar os trabalhos em menos de 90 dias.

Um exemplo de vacina que já é produzida por essas empresas é a da febre aftosa. 

“Conseguimos não só produzir como distribuir. Se considerarmos as quatro vacinas obrigatórias do Ministério de Agricultura, nosso volume anual é em torno de 600 a 700 milhões de doses distribuídas”, ele exemplificou.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCaixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro
Próximo artigoCampanha de vacinação contra a gripe começa na segunda