Agricultura familiar: Programa Alimenta Brasil tem R$ 2 milhões para compra de produtos em MT

Trata-se do antigo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que tem a função de fomentar a agricultura familiar e atenuar a situação de pessoas em estado de vulnerabilidade

Estão abertas, para agricultores familiares de Mato Grosso, as inscrições para participar do Programa Alimenta Brasil 2022 (PAB), antigo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A ação federal, executada em parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) e da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), conta neste ano com R$ 2 milhões em recursos para a compra de alimentos, obrigatoriamente produzidos por produtores rurais ligados à agricultura familiar.

Para participar, os agricultores familiares devem possuir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) regular e procurar o escritório da Empaer ou a Secretaria de Agricultura do seu município para elaboração do projeto. As propostas deverão ser enviadas, por parte dos escritórios da Empaer ou das secretarias municipais, até o dia 30 de junho, por e-mail, para a Seaf.

Neste ano, os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) serão os órgãos atendidos pelos alimentos comprados pelo PAB. Os CRAS interessados em ser beneficiados com a ação, assim como os produtores familiares, também precisam procurar a sede da Secretaria de Agricultura local ou da Empaer.

Em 2021, durante a realização do PAA, foram aplicados R$ 1,1 milhão na compra de 948 toneladas de alimentos, que beneficiaram 500 famílias, em 35 municípios. Neste ano, a expectativa é beneficiar 700 famílias, em 88 municípios aptos a participar do programa, voltado para minimizar os impactos causados pela pandemia da Covid-19 na agricultura familiar.

Outras informações pelo telefone: (65) 3613-6206.

(Com informações da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA questão dos debates
Próximo artigoAttentus: polícia deflagra operação contra crimes violentos em Barra do Bugres e Brasnorte