Agredida e arrastada pelos cabelos, jovem diz à polícia que se jogou ao chão

O caso aconteceu no Bairro Cristo Rei, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá)

Foto: Reprodução

Uma jovem de 20 anos foi agredida pelo companheiro, de 38 anos, e arrastada pelos cabelos no meio da rua na noite desse domingo (8). Vizinhos acionaram a polícia, mas quando os militares chegaram ao local, a mulher disse não querer registrar denúncia e chegou a dizer que ela própria havia se jogado ao chão.

O caso aconteceu no Bairro Cristo Rei, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), por volta das 18h20.

Vizinhos e um casal que passava pela rua acionaram a polícia ao verem o homem agredindo a mulher, deixando a todos indignados e constrangidos.

Uma equipe foi até o local e encontrou o casal e familiares dos dois. Ao verem que a mulher estava lesionada, questionaram se ela queria denunciar o suspeito, mas, conforme o boletim de ocorrência, ela disse que não e que ela é quem havia se jogado, causando a situação que as pessoas viram.

Como todos estavam exaltados, a mulher estava com lesões visíveis e também temendo que algo pior acontecesse, os policiais detiveram o suspeito, o algemaram e encaminharam para a delegacia.

Consta no boletim de ocorrência que a vítima estava com leve vermelhidão no antebraço esquerdo, corte na parte posterior da cabeça, escoriação na testa e camisa suja de sangue. O casal que testemunhou as agressões disse que, quando chamou a polícia, a mulher estava com forte sangramento na cabeça.

O caso foi registrado como lesão corporal, resistência e ocorrência de natureza diversa.