|sábado, 21 abril 2018

Afinal, qual a diferença do chope para a cerveja?

COMPARTILHE COMPARTILHE

É quase uma unanimidade, que o chope é melhor que a cerveja, você já deve ter ouvido isso ou até falado muitas vezes. Mas a verdade é que o líquido que você bebe como chope é o mesmo que bebe na garrafa. Eu sei, parecem diferentes e você deve estar duvidando de mim, mas vamos lá descobrir o motivo do mito.

Pra começar, a palavra “chope” (ou Chopp) só existe no Brasil porque ela é uma má interpretação de uma palavra alemã e tem origem há séculos, nas primeiras cervejarias brasileiras. Os alemães que vinham ao Brasil para nos ensinar a fazer cerveja costumavam pedir uma dose da cerveja, depois da produção, usando a expressão “Ein shoppen bitte!”, que seria algo como “Um caneco, por favor”. Isso porque a palavra “Shoppen” é uma unidade de medida, correspondente a cerca de 500ml. Inclusive é uma palavra que não se usa mais no alemão.

Acontece que para os brasileiros que não entendiam nada de alemão, ficou a relação direta entre a sonora palavra “shoppen” e a cerveja tirada dos barris ou tanques de fermentação. A partir de então, toda e qualquer cerveja fresca ou não pasteurizada servida no barril foi chamada de “chope”, e isso entrou inclusive para a legislação. Antes de continuar, um adendo.

A pasteurização é feita para eliminar qualquer microorganismo indesejável da bebida, e estende a vida útil dela. Para ficar bem claro, cerveja pasteurizada seria como o leite de caixinha e cerveja não pasteurizada como o leite de saquinho, que tem vida curta e precisa ser mantido refrigerado, o mesmo vale para o barril de chope não pasteurizado.

Bom, continuando na história do chope, por muito tempo a palavra foi sinônimo de cerveja não pasteurizada servida na pressão e é por isso que temos a impressão de que é melhor, porque geralmente é mais fresca e porque o serviço do chope acontece por uma injeção extra de co², que contribui para uma espuma mais cremosa. Mas, respondendo à questão inicial, a diferença do chope para a cerveja na garrafa ou lata é justamente o envase, ou seja, o líquido é o mesmo, o que os diferencia é o recipiente onde estão envasados. No caso do chope, um barril.

Hoje, muitos chopes já vem pasteurizados de fábrica, principalmente quando a fábrica é distante de onde será feito o serviço e por outro lado há cervejarias que não pasteurizam suas garrafas. Quando falamos sobre o mito da água, eu contei pra você que a diferença que fazia uma mesma cerveja parecer melhor em uma região do que em outra era a proximidade da fábrica, lembra? Isso vale para o chope. Portanto, chope é a mesma cerveja da garrafa, só que envasada em barril e servida na pressão. Mas haverá sim uma pequena diferença sensorial, quando o chope for de uma fábrica próxima, porque nesse caso provavelmente não será pasteurizado e portanto terá mais frescor. Ficou claro? Qualquer dúvida, avise. Agora, escolha um bom chope e divirta-se. Saúde!

Vinícius H. Masutti

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Comerciante reage a assalto, tira arma de bandido, mata um e fere outro

Terceira mulher é estuprada próximo à Unemat de Sinop

Clarice Lispector e irmã escreviam manuais para “amansar” empregadas, relembra pesquisadora da UFMT

Família pede doação de sangue para o músico Bolinha

Juiz autoriza confisco de bens em cobertura dos Malouf por receio de calote

X