Afinal, o que falta para MT ter uma política de combate às drogas?

Uma clínica pública para tratar os dependentes é o que ativistas envolvidos com o tema cobram há anos

Trazer os políticos para a vivência das ruas, onde estão os dependentes químicos – que vivem um problema de saúde e provocam outros, no setor da segurança pública – é a proposta do jornalista Raul Lázaro.

Mais conhecido como Mano Raul, o ativista do movimento Hip Hop encontrou na necessidade de isolamento social, provocada pela pandemia do novo coronavírus, uma oportunidade de levar o assunto até quem – em tese – poderia propor uma solução.

Criou o “Conversa de Rua”, uma entrevista semanal e ao vivo, em sua conta do Instagram, para provocar os políticos e gestores públicos ao debate.

Nesta edição do Diálogo, ele conta como nasceu seu interesse pelo tema e onde este trabalho tem lhe levado até agora.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui