Advogado pede a CPI proteção contra “ameaças” de José Medeiros

Carlos Naves de Resende diz que assessores do deputado federal o estariam perseguindo por causa da divulgação de áudio com acusação de ex-assessor

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O ex-secretário parlamentar e advogado Carlos Naves de Resende pediu à CPI da Covid do Senado proteção a ele contra supostas ameaças do deputado federal José Medeiros (Podemos-MT).  

No requerimento protocolado na terça-feira (25), ele diz que tem sido perseguido por jornalistas e assessores do parlamentar. O motivo seria a divulgação de áudio em que o também advogado José Roberto Martins Feltrin, 55, ex-assessor de Medeiros, culpa o deputado federal pela sua infecção por covid-19. 

“Após tornar público o desabafo, tenho recebido ameaças e perseguição dos senhores Evandro Soares e Rodrigo Rodrigues, a mando do deputado José Medeiros”, diz. 

José Roberto culpa no áudio tanto Medeiros quanto o presidente da República, Jair Bolsonaro, por suposta demora na compra e distribuição da vacinas contra a covid-19 no país. 

Medidas cabíveis

O advogado pediu que policiais sejam designados para acompanhá-lo no dia a dia e que medidas cabíveis sejam tomadas para impedir a continuação das supostas atitudes e punição ao parlamentar. 

Carlos Naves de Resende registrou um boletim de ocorrência. Ele relata que Evandro Soares teria divulgado áudios em redes sociais dizendo “vou encher a mão na cara”. E Medeiros o estaria difamando com a justificativa de que a divulgação do áudio seria vingança. 

Outro lado

A assessoria de imprensa do deputado José Medeiros disse que o parlamentar não irá se manifestar sobre o assunto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRodoviária de Cuiabá ganha “nova” administração. Saiba o que deve mudar
Próximo artigoEnem 2021: Responsável por exame nacional pede demissão