Advogado é preso ao entregar celular a cliente presidiário

O caso aconteceu no Centro de Ressocialização de Sorriso, durante uma visita profissional

O advogado A.R.F., de 38 anos, foi preso no fim da manhã desta terça-feira (30) ao tentar entregar um celular a um detento no Centro de Ressocialização de Sorriso (390 km de Cuiabá), durante uma visita profissional.

Conforme o boletim de ocorrência, registrado por um dos agentes penitenciários que flagraram a tentativa, o advogado foi à penitenciária para atender a um reeducando e ficou na recepção aguardando o local de conversa entre advogados e detentos ser liberado.

Assim que outro advogado saiu, ele entrou na sala para atender seu cliente. Cerca de três minutos depois, segundo relatou o agente penitenciário, A.R.F. chamou os agentes para recolher o preso.

Porém, antes de levá-lo para a cela, os agentes revistaram o detento e encontraram um celular dentro da cueca dele. Questionado, o presidiário confessou que o celular tinha acabado de ser entregue a ele pelo advogado.

O diretor do presídio foi acionado e o advogado e o reeducando foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Sorriso, onde a ocorrência foi registrada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProcurador da Operação Lava Jato se torna pai no dia da eleição de Bolsonaro
Próximo artigoMudanças no Estatuto do Desarmamento podem voltar à pauta da Câmara