Advogada Selma com dificuldades

Selma teria omitido que teve mandato de senadora cassado por crime eleitoral e, por isso, pode ficar impedida de advogar

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A ex-senadora e juíza aposentada Selma Arruda teve um pedido de ingresso na OAB do Distrito Federal suspenso, após supostamente omitir que teve mandato cassado após julgamento em 2ª instância por crime eleitoral.

Segundo publicado pelo site Congresso em Foco, Selma teve o pedido aprovado inicialmente em 6 de abril, mas um mês depois a comissão responsável por analisar os pedidos de inscrições de advogados na Ordem voltou atrás na decisão.

A publicação informa ainda que o pedido de Selma poderá ser definitivamente indeferido porque, em 13 de maio, a OAB-MT entrou com um processo de impugnação contra o pedido da ex-senadora. A justificativa é a cassação.

No argumento apresentado pela seccional de Mato Grosso, Selma teria sido considerada “inidônea para receber mandato popular, não podendo representar o povo perante o Poder Judiciário”.

O que diz Selma Arruda?

O LIVRE tentou contato com a ex-senadora, mas não obteve respostas até o momento.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorChapada dos Guimarães terá barreiras sanitárias durante os finais de semana
Próximo artigoIdosos morrem vítimas de covid-19 e MT soma 34 óbitos

O LIVRE ADS