Adolescentes iniciam rebelião em socioeducativo e PM precisa intervir

Policiais precisaram usar bombas de efeito moral para conter os menores infratores

Foto: PMMT

Um grupo de 10 adolescentes internados no Centro Socioeducativo de Barra do Garças (520 km de Cuiabá) deu início a um princípio de rebelião na tarde dessa segunda-feira (5) e equipes da Força Tática e do Grupo Car do 5º Comando Regional precisaram intervir.

A Polícia Militar foi acionada pelo gerente do centro após os adolescentes atearem fogo em colchões, lençóis, roupas e outros itens.

A Força Tática e o Car foram enviados à unidade e, ao entrarem na ala onde os adolescentes estavam, encontraram barreiras feitas com colchões.

Os adolescentes ainda passaram a atirar pedaços de concreto contra os policiais, que precisaram usar bombas de efeito moral para conter a ação.

Depois que os menores foram contidos, os policiais seguiram fazendo a segurança do local para que os agentes do socioeducativo pudessem limpar e revistar as celas e o Corpo de Bombeiros pudesse apagar os focos de incêndio causados pelos adolescentes.

Pouco depois dos policiais se retirarem, alguns adolescentes tentaram abrir as celas novamente retirando pedaços da estrutura do prédio e as equipes foram acionadas de novo. A ação, no entanto, foi contida.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDeputado do MDB declara apoio a Neri Geller ao Senado
Próximo artigoMortalidade por covid diminui pelo segundo mês seguido no Brasil