Adolescente que ficou quase duas semanas desaparecido é localizado

Ele disse aos policiais que havia desligado o celular e não quis dar notícias aos familiares por medo

(Foto: reprodução)

Policiais civis do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) localizaram o adolescente Gabriel Mikayon de Almeida Cruz, 17 anos, após mais de 10 dias desaparecido.

A equipe do NPD conseguiu chegar ao paradeiro do adolescente após o rastreamento de aplicativos de encontros.

Gabriel, segundo o familiar com quem morava, teria saído de casa em Várzea Grande e dito que iria encontrar uma pessoa que conheceu por meio de um aplicativo de encontro.

Com base nessas informações o Núcleo de Pessoas Desaparecidas realizou diversas buscas de informações a diversos aplicativos que poderiam estar sendo usados por Gabriel de dados de pessoas com quem ele estaria conversando.

Na noite dessa segunda-feira (6), o NPD recebeu a informação que Gabriel estaria vindo de carona, de Mato Grosso do Sul para a cidade de Várzea Grande. O menor desembarcou próximo ao Trevo do Lagarto e solicitou um carro de aplicativo de viagem para retornar à sua casa.

Na manhã desta terça-feira (7), os investigadores do NPD conduziram Gabriel à Delegacia de Homicídios de Cuiabá para prestar esclarecimentos.

O adolescente alegou que desligou o celular e que não quis dar notícias aos familiares, pois ficou com medo. Ele disse ainda que havia vendido seus aparelhos e equipamentos do curso de cabeleireiro para conseguir dinheiro. Durante o período em que esteve desaparecido, ele relata que se deslocou de uma cidade para outra pedindo carona nas rodovias.

O caso será agora encaminhado ao Conselho Tutelar de Várzea Grande.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPatty Jenkins abandona direção do filme da Cleópatra com Gal Gadot
Próximo artigoCâmara Municipal de Cuiabá: manifestantes reivindicam fim do passaporte sanitário