Adolescente que atirou em amiga entrega-se à Polícia em Cuiabá

Menor ficará apreendida por 45 dias; defesa prepara HC

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A menor B.O.C, acusada de matar com um tiro a adolescente Isabele Ramos Guimarães no condomínio de luxo Alphaville, em Cuiabá, entregou-se na noite desta terça-feira (15) na Delegacia Especializada do Adolescente.

Com 14 anos, a menor será transferida para o Complexo do Pomeri, onde deverá permanecer apreendida pelo período de 45 dias.

A defesa conduzida pelo advogado Artur Barros de Freitas Osti já prepara um pedido de habeas corpus ao Tribunal de Justiça.

Filha do empresário Marcelo Cestari, a menor chegou a ser considerada foragida da Justiça, uma vez que não foi encontrada em casa pelos investigadores da Polícia Civil.

Na tarde desta terça-feira, a 2ª Vara da Infância e Juventude acolheu a representação proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE) e abriu ação na qual a menor B.O.C vai responder por infração análoga ao crime de homicídio doloso, ou seja, quando há intenção de matar.

No mesmo inquérito policial, o empresário Marcelo Cestari, pai da menor, foi indiciado pelos crimes de posse de arma de fogo, homicídio culposo (sem intenção de matar), por entregar a arma para adolescente e por fraude processual.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia. Só fazendo um adendo na matéria, ele está sendo indiciado pela posse ilegal de arma de fogo, pois foi encontrada armas não registradas. Ter o porte e a posse de arma em nossos pais não é crime, tendo seu devido registro na polícia federal.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBussiki será vice de França
Próximo artigoNo Nortão, PSDB lança candidatura de Nilson Leitão ao Senado