Adolescente é espancada por facção por dívida de droga de “ficante”

Menina foi espancada com socos, chutes e pauladas, enquanto era ameaçada de morte

(Foto: Ilustração)

Uma adolescente de 16 anos foi espancada nessa terça-feira (16) por causa de uma dívida de droga de um jovem com quem ela tem um envolvimento amoroso. O caso aconteceu no Bairro Belvedere, em Sinop (500 km de Cuiabá).

A Polícia Militar foi acionada enquanto o espancamento ainda acontecia e, quando chegou ao local, os suspeitos viram a viatura e fugiram em um veículo Gol quadrado branco, em uma motocicleta e e a pé.

Os policiais optaram por socorrer a vítima, que chorava e gritava por estar com muitas lesões pelo corpo.

Sequestro

A adolescente contou que na tarde dessa terça-feira, ela havia ido à casa de um rapaz com quem ela tem um envolvimento amoroso fazer uma limpeza e, em determinado momento, um jovem de 20 anos chegou ao local procurando pelo dono da residência.

Ela respondeu que o rapaz não estava. Pouco depois, o jovem retornou em um VW Gol quadrado branco e sequestrou a adolescente. Ela foi levada para um lugar de mata, sem iluminação, onde estavam cerca de seis pessoas, quatro homens e duas mulheres, com idades entre 16 e 20 anos.

Já no local, todos começaram a espancar a adolescente com socos, chutes e pauladas, tudo enquanto a ameaçavam de morte e diziam que eram da facção criminosa Comando Vermelho.

Os suspeitos também diziam que as agressões eram porque o “ficante” da adolescente estava devendo drogas para a facção e que ela seria assassinada ali naquele local.

Segundo relato da vítima, um jovem de 20 anos era o líder do grupo e roubou o celular dela. Ele estava armado.

As agressões continuaram até uma testemunha passar pelo local, ver a cena e acionar a Polícia Militar.

Buscas

Após salvar a adolescente, os policiais saíram em buscas aos suspeitos no Bairro Bom Jardim e encontraram o Gol quadrado com quatro pessoas dentro. Todos foram detidos e o veículo apreendido.

O celular da vítima foi encontrado com o suspeito que ela disse que o havia roubado.

Outros dois suspeitos, um casal, foram encontrados andando pelo bairro e foram reconhecidos pela vítima. Os dois também foram detidos.

O caso foi registrado como roubo e tentativa de homicídio doloso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm Cuiabá, ano letivo já começou, mas merenda não chegou aos alunos
Próximo artigoEmpréstimo consignado deve ficar favorável pelos próximos meses