Adolescente é encontrada morta dois dias após fugir de casa

Os pais a procuravam há dois dias; o corpo foi deixado a quatro quadras da casa dela

Uma adolescente de 13 anos, que vinha sendo procurada pela família desde a terça-feira (31), foi encontrada morta no fim da madrugada desta quinta-feira (2).

Ana Luiza Nunes do Carmo foi encontrada há quatro quadras da sua casa, no Bairro Jardim Itália, em Sorriso (400 km de Cuiabá).

Desaparecimento

A adolescente estava em casa na noite da última segunda-feira (30). Um tio acordou por volta de 0h da terça-feira (31) e a viu assistindo TV e mexendo no celular. Ele mandou Ana Luiza dormir e ela foi para o quarto.

A irmã da adolescente também a viu antes do desaparecimento. Ana pediu o celular emprestado na noite do dia 30, dizendo que queria ligar para o irmão do namorado. A irmã, não entanto, não sabe se ela conseguiu falar. Ana não devolveu o celular antes de sumir.

Na manhã da terça-feira (31), os pais foram ao quarto da adolescente e perceberam que ela havia colocado travesseiros na cama e coberto para que parecesse que ela estava dormindo. A família não teve mais notícia dela até esta quinta-feira.

Por volta das 4h20 desta quinta-feira (2), a Polícia Militar foi acionada com a informação de que uma pessoa sem vida foi encontrada na Avenida Curitiba, no Bairro Jardim Itália.

Uma equipe foi até o local, encontrou o corpo em um terreno baldio e acionou a Polícia Judiciária Civil.

O homem que encontrou a menina disse que estava passando pelo local, viu o corpo, ligou para a irmã e juntos chamaram a polícia.

Reconhecimento

Quando a Polícia já estava no local, um casal chegou de bicicleta e falou que mora há quatro quadras do local, que sua filha estava desaparecida e, por ver a polícia, foi ver se podia ser algo referente a ela.

O homem se aproximou e reconheceu imediatamente que o corpo era de sua filha, que estava vestida com um short jeans, uma blusa de alcinha e um moletom preto por cima.

A Polícia Judiciária Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) agora apurarão as causas da morte e o culpado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSisma faz campanha por EPIs
Próximo artigoProcura por vacina contra influenza gera filas quilométricas em Cuiabá

O LIVRE ADS