Adicional da covid até julho

Benefício é destinado especificamente aos servidores que atuam na linha de frente do combate à covid-19

(Foto: Pixabay)

O Governo de Mato Grosso encaminhou, nesta segunda-feira (10), para votação na Assembleia Legislativa, o projeto de lei que prorroga o pagamento da verba indenizatória aos profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à covid-19.

Se aprovado, o adicional continuará a ser pago até junho deste ano.

O pagamento está previsto na Lei nº 667 de julho de 2020 e foi prorrogado pela Lei nº 678, que encerrou no dia 31 de dezembro de 2021. No entanto, com o aumento de casos, a gestão estadual entende ser necessário manter os profissionais da saúde em seus postos de trabalho para garantir a eficiência no atendimento da população.

Até o momento, já foram beneficiados cerca de 4,2 mil servidores da Rede Estadual de Saúde. O benefício é destinado especificamente aos servidores que atuam na linha de frente do combate à covid-19 em unidades hospitalares, ambulatoriais e finalísticas da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A verba indenizatória não é fixa e está relacionada à situação de cada profissional junto às unidades. O benefício também não é válido para os profissionais contratados e remunerados exclusivamente pelo sistema de plantão, pois o valor a ser recebido é exatamente aquele previsto em edital do Processo Seletivo correspondente.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPF quer mais tempo para investigar R$ 2 milhões de suposto caixa 2 para Taques
Próximo artigoCorpo de bombeiro identifica as 10 vítimas da tragédia em Capitólio