Adeus a Marília Cortez

Professora de música era defensora da educação pública e deixa legado em MT por meio de projetos sociais

(Foto: divulgação)

A cultura, educação e arte mato-grossenses perdem mais um importante nome. Morreu na madrugada desta sexta-feira (10) a musicista Marília Cortez, vítima de câncer.

Formada em Música pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Marília era respeitada pelo trabalho social que desenvolvia para ensinar música e por ser uma defensora da educação pública.

Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) manifesta o pesar pelo falecimento da educadora e ressalta que, durante mais de 20 anos, ela desenvolvia projetos sociais nas redes municipal e estadual de ensino.

“Marília Cortez foi uma lutadora pelos direitos dos profissionais da educação na busca pela qualidade social da educação para todos e todas”, destaca o sindicato, em nota.

O corpo de Marília está sendo velado na capela Dom Bosco, e o enterro será as 16h dessa sexta-feira, no Cemitério da Piedade.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Vá em paz, querida Marilia Cortez! Antes de começar estudar Música, você já era a Marila do Sax! A mais de 30 anos, aqui na Chapada, tive o privilégio de te conhecer entre ótimos músicos! A 10 anos atrás, fizemos a provo do concursos para Professores de Arte da SEDUC, na mesma sala! Passamos! Nos efetivamos e continuamos com a nossa luta pela música e pela educação,.como Professoras da Rede Pública! Vá em paz! Que sua alma, siga como uma tranquila música! Descanse paz!

  2. Você plantou sua semente, deixou seu legado – futuros artistas; pessoas que a música seguirá ensinando a ter mais sensibilidade (tão em falta em nossos dias); e sobretudo amigos e amigas que sentirão sua falta. Vá em paz. Você terá a paz onde se encontra agora porque soube cumprir seu papel.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCPI aprova relatório
Próximo artigoJustiça multa Correios por descumprir decisão sobre testes de covid-19 em funcionários

O LIVRE ADS