Acusado por excesso de velocidade, idoso faz defesa comovente e juiz o perdoa

Uma história emocionante

A história de um idoso que cometeu um excesso de velocidade próximo a uma escola está comovendo a Internet.

Um juiz do tribunal municipal de Providence, em Rhode Island, nos Estados Unidos, perdoou o homem de 96 anos.

O idoso, visivelmente preocupado, justificou que na ocasião em que foi flagrado correndo demais, estava levando seu filho deficiente ao consultório médico para parte de seu tratamento contra o câncer.

Ao conhecer as circunstâncias da infração, o juiz Frank Caprio indeferiu as acusações contra Victor Coella.

Victor disse que não dirige rápido, só o faz quando é necessário e nesta ocasião levava seu filho, de 63 anos, para fazer exame de sangue, que deve ser feito a cada duas semanas por causa da doença que padece.

Depois de sua declaração, o juiz disse que se tratava de um bom cidadão e indeferiu o caso. A audiência faz parte do programa de televisão Caught in Providence, protagonizado vários anos pelo veterano juiz Caprio, em que expõem casos reais da localidade.