Acusado de matar o sobrinho quando voltavam de “reza” é preso 26 anos após o crime

O assassinato aconteceu no Tocantins em 1994 e o tio só foi encontrado em Mato Grosso agora

Depois de ameaçar a polícia, ele tentou fugir (Foto Ilustrativa: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Antônio Aires da Luz, de 77 anos, foi preso nessa quarta-feira (29) pelo assassinato do sobrinho, José Ribamar Félix Aires, há 26 anos, quando os dois voltavam de uma reza.

O crime ocorreu no estado do Tocantins, mas Antônio vinha vivendo em Vila Rica (1260 km de Cuiabá) e só agora foi encontrado.

O crime

O assassinato aconteceu no dia 19 de março de 1994, na cidade de Filadélfia (TO), próximo a uma fazenda.

Segundo informações da Polícia Judiciária Civil, o tio e o sobrinho haviam passado o dia em uma reza e retornavam juntos para casa, a cavalo, quando o tio atirou na cabeça do sobrinho.

Um trecho do processo de condenação do assassino diz: “(…) Nos autos vislumbra-se, ser [o denunciado] pessoa violenta e o crime ser daqueles que causam repugnância e desconforto no meio social, ameaçando inclusive o prestígio da própria justiça, além de estar se furtando de responder aos seus atos”.

Prisão

Após 26 anos de investigação, a Polícia Civil de Tocantins descobriu que o condenado estava morando em Vila Rica e contatou a PJC da cidade.

Em parceria, o mandado de prisão contra ele foi cumprido menos de 24 horas após a Delegacia de Vila Rica ser informada sobre o paradeiro do foragido.

Segundo a assessoria da PJC, assim que recebeu as informações, a equipe coordenada pelo delegado Luiz Felice Nascimento Leoni deu início às diligências e, rapidamente, conseguiu localizar Antonio, que foi preso e encaminhado à delegacia.

Agora, ele deverá ser recambiado para o estado de Tocantins.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInstalador de internet sofre descarga elétrica em fio de alta tensão e sobrevive
Próximo artigoJovem de 20 anos e a irmã de seis perdem a vida ao bater em carreta na BR-163