Acusado de matar mulher com fio de celular, confessa e diz não se lembrar

Durante a prisão, o acusado disse aos policiais que o crime ocorreu na quarta-feira à tarde

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Odair José Rufino, de 43 de anos, foi preso pela Polícia Militar na manhã desta sexta-feira (8) acusado de ter matado a mulher, Vanuzia Maria Silvio, de 44 anos, com o fio de um carregador de celular. À polícia, ele confessou que a agrediu, mas disse não se lembrar de detalhes.

Segundo a Polícia Militar, o acusado foi encontrado em Rondonópolis (212 km de Cuiabá), onde também aconteceu o crime, no bairro Jardim Ipanema. Ele foi levado para a delegacia, mas, aos policiais, confirmou o crime.

Conforme relatou, o assassinato teria acontecido na quarta-feira (6), por volta das 16h. Naquele dia, ele agrediu Vanuza na cabeça. No entanto, ele afirmou não se recordar o que aconteceu depois. Como já tinha um mandado de prisão em aberto, pelo crime de roubo, ele foi preso.

A morte

Consta no boletim de ocorrência, já relatado pelo LIVRE, que a mulher foi encontrada no bairro Maria Vetorasso, dentro de casa, pelo irmão.

O homem foi até o local e sentiu um forte odor saindo da casa. Então, ele arrombou a porta e encontrou a mulher coberta, em cima da cama. Ela tinha o fio de um carregador de celular enrolado no pescoço e o corpo já estava em estado de decomposição.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) após os trabalhos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Já Odair deverá ser indiciado pelo homicídio.

Com informações da assessoria

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMapa solicita ao BB suspensão de contratos de produtores atingidos em Brumadinho
Próximo artigoMinistra tem agenda de viagens internacionais para melhorar exportações

O LIVRE ADS