Acusado de matar mulher com fio de celular, confessa e diz não se lembrar

Durante a prisão, o acusado disse aos policiais que o crime ocorreu na quarta-feira à tarde

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Odair José Rufino, de 43 de anos, foi preso pela Polícia Militar na manhã desta sexta-feira (8) acusado de ter matado a mulher, Vanuzia Maria Silvio, de 44 anos, com o fio de um carregador de celular. À polícia, ele confessou que a agrediu, mas disse não se lembrar de detalhes.

Segundo a Polícia Militar, o acusado foi encontrado em Rondonópolis (212 km de Cuiabá), onde também aconteceu o crime, no bairro Jardim Ipanema. Ele foi levado para a delegacia, mas, aos policiais, confirmou o crime.

Conforme relatou, o assassinato teria acontecido na quarta-feira (6), por volta das 16h. Naquele dia, ele agrediu Vanuza na cabeça. No entanto, ele afirmou não se recordar o que aconteceu depois. Como já tinha um mandado de prisão em aberto, pelo crime de roubo, ele foi preso.

A morte

Consta no boletim de ocorrência, já relatado pelo LIVRE, que a mulher foi encontrada no bairro Maria Vetorasso, dentro de casa, pelo irmão.

O homem foi até o local e sentiu um forte odor saindo da casa. Então, ele arrombou a porta e encontrou a mulher coberta, em cima da cama. Ela tinha o fio de um carregador de celular enrolado no pescoço e o corpo já estava em estado de decomposição.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) após os trabalhos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Já Odair deverá ser indiciado pelo homicídio.

Com informações da assessoria

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS