Acusado de abuso de vulnerável em Rondonópolis tem liberdade negada pelo TJMT

Suspeito é tio da vítima, uma criança de 10 anos, e a teria ameaçado

Foto: Reprodução

Acusado de estupro de vulnerável, T.A.S entrou com um recurso no Tribunal de Justiça de Mato Grosso pedindo para responder o processo em liberdade, o que foi negado pelos desembargadores da 2ª Câmara Criminal nesta quarta-feira (31).

O advogado de defesa defendeu que não existe nenhum laudo conclusivo sobre a agressão. Alegou ainda que o acusado e a vítima, de 10 anos, não moram na mesma casa, o que poderia representar risco a integridade física da criança.

Ambos os argumentos foram considerados nulos pelo desembargador-relator Rui Ramos. Ele justificou que algumas agressões, como a narradas no caso, não oferece indícios perenes para serem constatados em um laudo.

O acusado é morador de Rondonópolis e tio da vítima. Eles teria obrigado a criança a fazer sexo oral nele e, em seguida, a ameaçado, para que o caso não chegasse ao conhecimento dos demais familiares.

Quanto as questões relatadas de bons antecedentes criminais e comparecimento voluntário a delegacia, os desembargadores entenderam que isso é obrigação de qualquer cidadão.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuase a metade dos domicílios de idosos teve redução de renda durante a pandemia
Próximo artigoFake news: Polícia diz que rede de farmácias não está vacinando contra covid-19