Acrismat e Senar-MT orientam suinocultores sobre capacitação e inspeção

O Senar-MT oferta mais de 350 treinamentos para a capacitar o produtor e o trabalhador rural

Foto: Assessoria

Com o objetivo de melhorar a suinocultura praticada pelos pequenos produtores, a Associação de Criadores de Suínos do Estado de Mato Grosso (Acrismat) promoveu, esta semana, um encontro para compartilhar informações sobre a qualificação da agricultura familiar na criação de suínos. A pauta incluiu ainda, assuntos como capacitação para os produtores, importância do Sistema de Inspeção Municipal e a agricultura familiar como um negócio rentável.

O diretor executivo da Acrismat, Custódio Rodrigues explica que o objetivo é orientar o pequeno produtor a melhorar a produção, incluindo os setores de sustentabilidade, econômico e ambiental. “A ideia é inseri-los da melhor maneira para que possam ter uma boa rentabilidade em sua propriedade. Além disso, queremos conscientizá-los para a realidade, principalmente, relacionada às questões sanitárias. Este é um assunto que nos preocupa muito”.

Rodrigues destaca ainda que o principal problema da suinocultura praticada pelos pequenos produtores é o manejo e a sanidade. Na opinião dele, para solucionar isso é preciso a união dos produtores, dos órgãos e entidades do setor e muita capacitação.

Treinamentos

E quando o assunto é capacitação, o gestor técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Carlos Augusto Zanata, popularmente conhecido como Guto Zanata, fala sobre as possibilidades de treinamentos que a instituição oferece para capacitar estes produtores.

O Senar-MT oferta mais de 350 treinamentos para a capacitar o produtor e o trabalhador rural. Para a cadeia de suinocultura são pelo menos 10.  Um deles é o de suinocultura com carga horária de 40 horas. De acordo com Zanata, o conteúdo inclui assuntos como as principais raças de suínos, nutrição, sistema de criação, instalações, manejo desde a maternidade até a terminação, manejo sanitário e noções de gestão.

O Senar-MT em parceria com os sindicatos rurais também oferece o curso de agente sanitário em saúde animal. Com carga horária de 40 horas e com oito vagas para cada turma, este curso tem como objetivo mostrar ao participante as principais doenças que acometem o rebanho pecuário.

Além destes treinamentos, há também palestras e cursos para capacitar o produtor na área de gestão da propriedade. Zanata citou o Negócio Certo Rural que é um treinamento modular e tem como objetivo contribuir para a melhoria da gestão da propriedade, tendo como foco o empreendedorismo.

Os interessados em fazer os treinamentos do Senar-MT devem procurar o Sindicato Rural de seu município para saber se há turmas previstas e se há vagas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJuiz federal absolve Temer em caso de conversa gravada com Joesley
Próximo artigoMinistra nega retorno de conselheiro mesmo com investigação paralisada